Um único parágrafo (uma oração)




Me sinto um pouco muito estranho. Tento entender o que se passa comigo e isso é um pouco muito confuso, pois acabo brigando comigo mesmo. Não consigo permanecer constante. Eu corro, corro e logo me canso, mal consigo respirar, corri menos de cem metros e já estou fatigado. Não me alonguei, não me aqueci, estou usando calça jeans. Essa já é a sexta vez que isso acontece ou será que é a décima primeira? Perdi as contas. Só lembro que da última vez caí e ralei meu joelho, no meu dedo ficou uma cicatriz. Fiquei lá, caído no chão olhando as nuvens e cantando "To the Sky" do Owl City, foi difícil levantar, se não fosse a ajuda dele eu ainda estaria lá. Dessa vez olho novamente para o céu, vejo um sol escaldante que me afoga em seu mar de luz, por um momento sinto minha miopia aumentar exponencialmente, não consigo ver nada, tenho medo, perco a noção de espaço e não sei mais onde estou. Vozes ecoam em minha mente, eu choro mas as lágrimas não saem, estou cansado de correr. Sinto o peso das muitas responsabilidades que assumi, muito pouco eu consigo cumprir, me esqueci de que eu não sou um superman, "esqueci que levo tombo como qualquer um, esqueci que levo tombo, esqueci que sou normal, Alguém aqui é normal?"¹ Esqueci que foi Você quem me ajudou a voltar a ficar de pé da última vez, esqueci que Você está sempre comigo. Estou explodindo por fora e por dentro, não sei se vou conseguir, não sei o que fazer, foi fácil fingir que estava tudo bem mas não por muito tempo. Estou no meio de uma tempestade em alto mar, quase que totalmente desanimado, sem esperança e em meio a tanto ruído branco uma voz prevalece, a Tua voz, repreendendo o vento e a fúria da água. Tudo cessa, e me sinto envolvido em um carinhoso e doce abraço, sinto paz, a Tua paz. Abro os meus olhos e vejo a Ti Senhor e "Então lágrimas se confundem ao riso"². Não me sinto mais muito pouco e nem pouco muito, me sinto abundante. Tudo volta a ficar nítido. Coloco minha armadura, me alongo, faço um aquecimento e começo a correr novamente. "Se eu correr é cansaço, se eu parar é preguiça...se for pra correr que seja devagar"³. Corro olhando para Ti. Só Tu és Deus!
Assim nós temos essa grande multidão de testemunhas ao nosso redor. Portanto, deixemos de lado tudo o que nos atrapalha e o pecado que se agarra firmemente em nós e continuemos a correr, sem desanimar, a corrida marcada para nós. Conservemos os nossos olhos fixos em Jesus, pois é por meio dele que a nossa fé começa, e é ele quem a aperfeiçoa. (Hebreus 12.1-2a).
----------------------------------------------------------------------------
Músicas da hora que foram citadas neste parágrafo. Escuta aí ;)

¹  "Superman" do Fruto Sagrado;
²  "Lágrimas" do Oficina G3;
³  "Devagar" do Daniel Caldeira
ahhhhhhh tem também "To the sky" do Owl city.


O que mais tem por aqui?

Minha pequena luz vou deixar brilhar!

Um sopro de vida em um vaso de barro